Aqui na Itália parece que o pior do inverno já passou e quando andamos pelas ruas, apesar de ainda estar friozinho, já dá prá ver os galhos das árvores verdinhos querendo brotar e um solzinho discreto, que me faz lembrar como é doce a primavera e delicioso o verão.

Então , como uma coisa leva a outra, comecei a lembrar das viagens que fiz no verão passado, e que o Salento, é uma bela dica de lugar para se visitar, uma vez que por lá os preços ainda são mais tranquilos na primavera. E mesmo no verão, aquela região ainda é mais econômica do que o norte da Itália.

Salento fica  na Puglia. Para facilitar, pense no mapa da Itália, que tem o formato de uma bota. Ela está localizada no taco da bota, sul da Itália.

Immagine

A península de Salento é geograficamente separada do resto da Puglia e talvez seja por isso que os habitantes de lá imediatamente te corrigem se você disser que eles são da Puglia ou Apúlia como é chamada em português. Eles tem orgulho de serem chamados Salentinos e enchem a boca prá falar isso.

Não é prá menos, eles têm razão! É um verdadeiro paraíso!

Para chegarmos lá, saindo daqui de Firenze, pegamos um ônibus para o aeroporto de Pisa e saímos de lá para o Aeroporto de Brindise, que é o aeroporto mais próximo dali do Salento. Fora o período de alta estação as passagens  aéreas para lá, tem um preço bem conveniente.

E como eu fui recebida por gente dali, posso dizer que é um povo Italiano de humor bem parecido com o nosso brasileiro. Porque aqui na Itália, existe muita diferença de comportamento entre os povos de cada região, como em todo lugar e até no Brasil, de um lado ficam os mais festeiros do outro os mais carrancudos. São sempre Italianos, mas vamos dizer que lá no Salento, e indo em direção do sul, eles são muito gente fina e festeiros. Bem, a quem diga o contrário, mas essa é a sensação que eu tenho desde que moro aqui na Itália.

Um dos pratos típicos de lá, é orecchiette alle cime di rapa. É um tipo de massa, que não vai ovos na preparação, junto com essa verdurinha muito gostosa. Além disso , eles também comem muitas verduras fritas e também  muito peixe, uma vez que estão circundados de mares.

imagem retirada do site https://ilricettariodibengodi.wordpress.com/2015/07/07/orecchiette-pugliesi-alle-cime-di-rapa/
imagem retirada do site https://ilricettariodibengodi.wordpress.com/2015/07/07/orecchiette-pugliesi-alle-cime-di-rapa/

Lá eles também consomem o lumache, que é um caramujinho que dá no mato. Eu já tinha visto isso antes, lá na Sicília que também é sul da Itália.

IMG_0083

Entre as uvas cultivadas naquela região estão o negroamaro, a malvasia, sangiovese, l’aleatico, ottavianello e montepulciano.

E as oliveiras de lá, que são plantadas de um jeito diferente daqui da Toscana. Porque aqui as oliveiras são mais magrinhas e o solo onde estão plantadas continua selvagem. Lá , as oliveiras são mais robustas e eles varrem o terreno embaixo das árvores e fica muito bonito. Essas coisas de Itália sempre me fascinam porque apesar deles serem , digamos, um pouco bairristas, a verdade é que eles realmente são diferentes de região para região.

salento (56)

Oliveiras Salento

 

Ficamos hospedados na cidade de Gallipoli.

Gallipoli- Salento Itália

A cidade tem um centrinho histórico muito bonito. A noite perto do pier, tem uma pracinha onde os pescadores preparam na hora uma variedade de pratos de peixes e frutos do mar. Uma delícia! Além de uma vida noturna bem legal, cheia de bares , restaurantes e mercado central com feirinha de artesanato.

salento (199)
salento (188)

salento (187)
salento (186)

Galipolli - Salento Itália

salento (190)

 

Alugamos um carro e ficamos girando por ali e pelas bandas ao redor. Um lugar mais paradisíaco que o outro, todos cheios de história.

A primeira praia que fomos visitar foi em  Santa Maria di Leuca na Baia Verde  de Gallipoli, província de Lecce. A praia é imensa, e vai mudando o nome de acordo com a estrutura que administra determinado trecho. Nós ficamos no Zeus Beach, que tinha até banheira de hidromassagem no bar.

salento (78)

Muito elegante, a praia limpíssima,areia branca, água cristalina e quase sem onda que parecia uma piscina. Com um calor de 34 graus, foi difícil sair da água. Dá prá enteder porque deram esse nome prá ela.

Santa Maria di Leuca na Baia Verde de Gallipoli - Italia

salento (72)

salento (82)

 

Outra praia que fomos foi a Pesoluse Maldive Del Salento. Traduzindo, “A Maldive do Salento”. Era uma praia muito bonita, mas de águas mais agitadas e areia um pouco avermelhada. Mas muito bela.

Pesoluse Maldive Del Salento

Aqui na Itália e em boa parte da Europa, quando você vai em uma praia, geralmente a melhor parte está reservada para guarda-sol e espreguiçadeira que são pagos. Não é que não tenha ninguém que está deitado na areia, tem, mas geralmente eles estão em péssimos lugares. Vale a pena pagar por um lugarzinho.

Depois  fomos visitar o Faro di Capo Santa Maria di Leuca. Que é um dos faróis mais importantes da Itália. Lá em cima tem o farol e uma igreja  e a está localizado a 102 metros do nível do mar. Tem uma vista maravilhosa lá de cima.

 

Salento

Faro di Capo Santa Maria di Leuca

Faro di Capo Santa Maria di Leuca

 

Figos da Índia Salento
A vegetação ao redor é de Figos da Índia
Basílica de Santa Maria de Finib Salentous Terrae
Basílica de Santa Maria de Finibus Terrae Salento

 

Basílica de Santa Maria de Finibus Terrae

 

E chegou a vez de Santa Cesarea Terme que sinceramente me tirou o fôlego. As águas dali tem propriedades curativas devido o alto teor sulfúrico. E os grandes talhos nas rochas foram feitos pelos antigos romanos que sempre grandiosos sabiam desfrutar o melhor do bem viver. Hoje em dia essa localidade é muito famosa, cheia de hotéis e spas e é bem disputada pelos turistas na alta estação.

salento (103)

salento (105)

salento (107)

salento (108)

Santa Cesarea Terme - Salento
Santa Cesarea Terme -Salento

 

Bahia di Porto Miggiano , a imagem fala por si só.

salento (118)

 

Grotta di Zunzulusa

Uma belíssima gruta natural se originou a partir da ação do mar. É possível visitar a gruta com passeios de barco e é bem interessante pela sua riqueza natural.

salento (133)

Grotta di Zunzulusa - Salento
Grotta di Zunzulusa

Castro Marina é uma outra localidade balneária muito bonita que data de tempos medievais.

Castro Marina Salento

 

salento (150)

salento (145)

 

 

 

Tricase , que também fica na província de Lecce, costa oriental do Salento muito rica em espécies animais e vegetais além de bens arquitetônicos.

A praça central,  enche de gente quando a tarde cai e o calor acalma um pouco. Com barzinhos e restaurantes muito atraentes. Ideais para um aperitivo no fim do dia.

salento (160)

Tricase Salento
Tricase

Aqui na Itália tem essa coisa do aperitivo o fim do dia, que é uma delícia. Você paga a primeira bebida e ganha juntos um tira-gostos. Quando tem muita comida, é chamado de apericena.  “Aperitivo” mais “Cena”  que em italiano é jantar.

Esse barzinho que nos fomos, Farmacia é muito legal e o aperitivo é muito gostoso,o barmen está de parabéns.

Bar Farmacia Balboa Tricase
Bar Farmacia Balboa

O litoral de Tricase é muito bonito e tem uma formação de grutas calcarias, como a Grotta Matrona Marina Serra.

salento (157)

 

 

 

 

salento (156)

Grotta Matrona Marina Serra. Salento
Grotta Matrona Marina Serra

 

 

Tricase gruta

 

Essa viagem foi feita no verão de 2015 e deixou muitas saudades das pessoas que nos receberam por lá.

Com essa imagem me despeço na esperança que o verão torne em breve.

Galipolli Salento - Puglia
Galipolli Salento