Eu li em algum lugar, que não se pode deixar passar nem um dia em branco. Que todos os dias, a vida  te dá uma chance de recomeçar. Se é bem assim que as coisas acontecem eu não sei, mas que hoje depois que eu pensei nessa frase , eu recebi um presente precioso, isso eu posso contar.

Estava eu aqui cabisbaixa com o inverno que parece não ter mais fim e não anima ninguém a sair de casa, quando me lembrei dessa frase. Coloquei quatro casacos e um tênis, decidi tirar o tênis e colocar uma bota com meia de lã. Então saí.

AHHHH! Como é belo respirar o ar gelado! Sério! É quando você tem certeza que ainda está viva. Incrível como tudo tem sempre um lado bom!

Estou morando provisoriamente num bairro de Firenze chamado Soffiano. E como ainda não estou muito familiarizada com as ruas, todos os dias é sempre uma nova aventura porque eu não sei aonde vou parar. Quando vi  aquele imenso portão aberto, meu nariz de xereta resolveu ir conferir.

Era um belíssimo parque chamado ” Il Boschetto”.

 

Il Boschetto da Villa Strozzi

 

 

Fui andando, andando, andando e acabei chegando no topo da colina. Que visão espetacular da cidade de Firenze! E uma paz!

Il Boschetto - Villa Strozzi Il Boschetto - Villa Strozzi

Tanto andei, que acabei descendo a colina e chegando do outro lado do parque, e descobri que já tinha estado ali antes , só que entrando pela outra porta.

A placa da entrada do parque explica  que ” O Boschetto, como é conhecido o parque, se estende por toda essa colina a esquerda do Rio Arno e domina a área entre a Via Pisana Monticelli, fazendo fronteira com a colina Monte Uliveto. Documentos históricos  testemunham que a rica família fiorentina, Strozzi, já possuia aquelas terras nos anos 1300. Em 1500 Giovan Battista di Lorenzo Strozzi  decidiu expandir ainda mais as posses e comprou vários edifícios, um dos quais se tornou a Villa Strozzi. E neste período que começaram os trabalhos de reestruturação do parque e da vila inicialmente usada como uma fazenda.

O relevo das terras  não favoreciam  a construção de um jardim a moda italiana. Então, foi feito um jardim  onde a vegetação selvagem foi mantida a fim de respeitar o aspecto selvagem do lugar. Por isso do nome que traduzido para o português seria “Bosquinho”, de pequeno bosque. Mas ao mesmo tempo, também foram instaladas fontes que jorravam águas, grutas  e caminhos sombrejados perfeitos para descansar e  divertir-se.

Em 1855, o Príncipe Ferdinando Strozzi contratou o arquiteto fiorentino Poggi, para a reconstrução da vila e do parque, que  foi transformado conforme a moda da época e que até hoje podemos ver.”

 

O acesso ao parque se  dá  pela Via Pisana ou pela Via di Soffiano entrando na Via Monte Uliveto. E pela Via Pisana ele se chama Parque da Vila Strozzi e na entrada da Via di  Soffiano é  Il Boschetto.

O parque é bem grande e tem muita coisa para ser vista.Além de ser um lugar muito calmo para relaxar, é bastante indicado para quem gosta de fazer caminhadas. Tem também algumas atividades como aula de patins e parquinhos para as crianças.

IMG_8867  IMG_8860

Il Boschetto - Villa Strozzi

Il Boschetto - Villa Strozzi

 

Il Boschetto - Villa Strozzi

 

No verão a Limonaia di Villa Strozzi é usada para eventos. A Limonaia era o lugar que era designado a guardar as árvores de limão durante o inverno. É essa casa da foto.

 

IMG_8863

 

IMG_9159

 

IMG_9163

 

 

IMG_9160

 

 

IMG_9161

 

IMG_9162

IMG_9165

 

A entrada é gratuita e o horário de abertura varia de acordo com a época do ano.

jan: das 8 às 17
fev: das 8 às 17.30
mar: das 8 às 18
abr: das 8 às 19
mai-jun-jul-ago: das 8 às 20
set: das 8 às 19.30
out: das 8 às 18
nov-dez: das 8 às 17

 

Valeu meu dia! Até mais!