Você conhece a  a Romênia ?

A Romênia está localizada no centro-sudeste da Europa. Essa região data de 3000 anos atrás e conta com a presença dos gregos na sua formação e mais tarde foi dominada pelos romanos, depois pelo comunismo, até chegar na revolução da Romênia em 1989 quando o país se abriu para a democracia e o capitalismo.

Moeda: Leu Romeno

Capital : Bucareste

Autoestrada Transilvania - Romênia

Malas prontas para Romênia, a terra do conde Drácula! Emocionada que só eu mesma quando estou de partida para terras novas! Para quem não sabe, eu moro na Itália e antes de partir para essa viagem , quando contava que iria para a Romênia, os italianos torciam o nariz e me diziam para tomar cuidado com os ciganos, porque aqui tem muito preconceito em relação a eles.

Bem, o que eu vi por lá foi uma maravilha de país, com uma gente muito simpática e disponível. Aliás me surpreendi bastante com a multiculturalidade que existe ali na região da Transilvânia que foi por onde eu girei. Alemães, húngaros, moldavos e também ciganos já que é de lá que vem a origem deles. Mas posso assegurar que uma coisa é ter origens e herdar aquela cultura outra coisa é ficar as margens da sociedade pedindo esmolas na ruas, como os ciganos que vemos por aqui. Cidades europeias são sempre belas e lá não foi diferente!

Chegamos a Bucareste de avião, onde alugamos um carro e partimos para  o seguinte roteiro:

Bucareste, Sinaia, Bran, Brasov, Zarnesti, Sighsoara, mpia-Turzii, Cluj-Napoca, Turda, Sibiu, Transfagarazan, Poenari, Pitesti e por fim retornamos a Bucareste.

1-acquisizione-a-schermo-intero-06022017-174453

Continuando…

1-acquisizione-a-schermo-intero-06022017-173851

Foram mais de 1.100km rodados roteiro em dez dias, sem correria, apesar de serem várias cidades  nós não rodávamos mais que  três horas por dia, bem tranquilo. Além do que, as estradas nessa época do ano, julho, ainda estão cheias de campos de girassóis e a natureza na Transilvânia é de florestas cheias  de ursos, lobos e linces. Infelizmente só tive o prazer de encontrar os ursos e também os ninhos de cegonhas nos postes na beira da estrada. Muito lindo!

Romênia

Ninho de cegonhas Romênia

A região da Transilvânia explora muito essa coisa da lenda do Conde Drácula, mas essa lenda na verdade nasceu muito depois do Príncipe Vlad Tepes, conhecido também como Vlad o empalador. Na Romênia o Conde Drácula é um herói nacional e não tem nada haver com essa coisa de vampiro. Ele lutou contra o islamismo na Europa e foi príncipe da Valáquia, essa região vizinha a Transilvânia, por três vezes. Mas foi quando assassinaram seu pai e seu irmão, que ele se enfureceu e começou a empalar seus inimigos.

Conversa vai, conversa vem, um lugar diz que ele nasceu, outro que foi aprisionado, que morou e outro que morreu. É um modo de atrair os turistas, não sabemos se as histórias procedem, mas que vale a pena conhecer as locações , isso eu não tenho mais dúvidas.

Vou mostrar um pouco de cada lugar onde passamos:

Sinaia

Sinaia Romênia

Essa cidade é conhecida também como uma meta para os apreciadores do ski e por todos os praticantes de esportes nas montanhas como trekking e ciclismo. Com a Gondola é possível alcançar a primeira Cota 1400 e o segundo refúgio está há 2000 metros de altura. O bilhete custa 34 Leis.

Sinaia Romênia

Tem muitos restaurantes, museus,  monastério, casino e calçadas para passear. Mas a maior atração é o Castelo de Peles,  que foi a residência da realeza romana, o Rei Carol I e a Rainha Elizabeth. Foi erguido entre 1873 e 1914. É considerado um dos mais belos monumento arquitetônicos da Europa. Nós fizemos uma visita guiada por dentro do castelo e é mesmo belíssimo!

O bilhete custa 50 leis com o guia.

1-img_2125

Saindo de lá, em direção a Brasov, tivemos a indicação de passar em Bran primeiro. Porque Bran na verdade, é uma cidadezinha pequena que tem só o castelo de diferente, e é legal visitá-lo, mas depois é melhor se hospedar em Brasov que tem mais estrutura de cidade e lugares legais para visitar.

Bran

Bran Castle Romênia

O castelo do Drácula, que é um do mais famosos e bem conservados monumentos relativos ao Drácula, no passado já foi uma fortaleza militar, construído na Idade Média. Dizem que o Conde Drácula ficou hospedado por alguns dias lá, não era essa a residência oficial dele.

Bran Castle Romênia

Para quem gosta de visitar castelos como eu, é bem interessante! Cheio de passagens secretas, fazem você ficar imaginando como seria viver naquela época sempre em busca de uma rota de fuga.

Bran Castle Romênia

O bilhete custa 35 Leis para adultos. Mais informações http://www.bran-castle.com/

Brasov

Cidade Patrimônio Mundial da Unesco. Com natureza, um belo centro histórico para passear. É possível perceber a grande quantidade de etnias , romenos, húngaros, alemães e turistas de toda parte. Muitos bares  e restaurantes, nos dias em que estivemos lá, a praça principal se preparava para os concertos de verão.

Um dos pontos turísticos mais fortes é a Biserica Neagră  ou Igreja Negra, foi construída pela comunidade alemã , no estilo gótico em tempos medievais é bastante imponente.

1-img_0149

Dá prá ver melhor nessa foto abaixo a imponência da igreja, Biserica Neagră , ao fundo. De perto, ela é tão grande que quase não se acha ângulopara fotografar.

Brasov -Romênia Biserica Neagra

E como os letreiros de Hollywood, lá é possível visitar  no alto da montanha o letreiro de Brasov que fica iluminado a noite e dá um charme todo especial para quem vê de longe.

Brasov - Romênia

Para subir, tem um teleférico e lá em cima tem um pequeno circuito até chegar no letreiro. Tem uma vista linda!

O preço do bilhete é 16 leis.

1-img_0137-001

Zarnesti – O santuário dos Ursos

Zarnesti Bear Sanctuary - Romênia

Esse santuário foi criado por uma ambientalista chamada Cristina Lapes, que resgatou uma ursa chamada Maia de situações desastrosas, e ela prometeu para a Ursa que não permitiria qu outros ursos fossem meu tratados. Uma vez, eles não eram apenas presa de caçadores mas também eram muito judiados em circos. Mesmo sendo um entretenimento, os visitantes que passam por ali são acompanhados por uma guia que vai explicando todo o processo de cura dos animais que estão machucados, de outros que estão sendo recuperados de maus tratos e é possível ficar pertinho mesmo deles, o que separa o visitante do dos Ursos é uma tela com eletro –choque.

A visita custa 40 leis.  As visitas são realizadas apenas em alguns dias da semana com horários rígidos, porque  os ursos ficam soltos, e se aproximam do público somente na hora que eles são alimentados.

Para quem quiser conhecer mais o site é www.ampbears.ro .

Vou deixar as coordenadas geograficas para chegar lá, porque esse é um lugar meio escondido, e foi um pouco dificil achar porque nem o gps se orientava. Mas prá quem gosta de ursos, vale a pena!

GPS 45,593148 – 25,385411

Esse é o cenário até chegar lá:

Zarnesti _Bear Sanctuary -Romênia

Rasnov

É uma cidade -fortaleza medieval contruída entre 1211-1225 . Para chegar lá é necessário ir com um trator porque é realmente ingrime.

O bilhete custa 12 leis para adultos.

1-img_2400

Lá em cima é possível passear pelas ruínas da cidade,tem feirinha de artesanato, uma ou outra lanchonete e também tem uma pequena exposição de mometos históricos da Romênia.

Não recomendo esse passeio para pessoas com qualquer tipo de locomoção,  as estradinhas são muito acidentadas e a subida pode ser um problema.

Rasnov Citadela - Romênia

Rasnov Citadela - Romênia

Citatea Rupea

No meio do caminho tinha uma pedra…

Mas como as  nossas pernas estavam em estado de recuperação,porque havíamos acabado de sair de Rasnov, decidimos não entrar nessa outra Citatela. Mas o esquema é mais ou menos igual.

Ver de longe já é uma grande satisfação , isso eu garanto!

Citatea Rupea - Romênia

Sighisoara

O berço do Conde Dracula, é lá , no meio dessa pequenina cidade, cheia de escadarias, paralelepípedos, uma torre com um relógio de fisgar os nossos olhos e vontade de tirar muitas fotos. Um dia de estadia dá e sobra. No centro histórico tem uma feirinha com artigos tradicionais, souvenires e muitos artesãos. Dependendo da época , no caso nós demos sorte e pegamos  apresentações de coral, dança e a atmosfera de festa.  Uma meta turística estupenda para os adoradores dos tempos medievais!

A casa do Drácula em si, não é lá grandes coisas, é mais um chamariz de turista , com um restaurante e uma brincadeira que eles fazem lá tipo casa mau assombrada. Mas o que eu gostei mesmo foi da praça  com  a Torre do relógio do sec. XIX e dessa antiga escadaria, Sacara Acoperitã, com seus 172 degraus, leva do centro até a igreja que tem no topo da colina, numa altura de 429 metros. Tem que ter um preparo físico para girar por ali, mas é uma cidade Patrimônio Mundial da Unesco e vale a pena!

Sighisoara - Romênia

CâmpiaTurzii

Nós adoramos conhecer coisas que não estão nos roteiros de viagens , mas que são metais turísticas de gente da região.  Fomos indo nessa direção do condado de Cluj. Achamos uma espécie de mini resort lá que nós adoramos , chamado Milexim, além de um restaurante que era uma verdadeira sensação da culinária Romena, essa cidade estava na metade do caminho para Cluj-Napoca que é a capital da Transilvânia e as salinas Turdas.

Na culinária Romena, tem um prato que se chama Ciorba , que é uma sopa mais consistente com elementos mais ácidos, limão, creme de leite, repolho e carne. Servida dentro do pão, é uma coisa deliciosa!

Estrada Romênia - Transilvânia

As Salinas Turdas foi simplesmente uma das coisas mais incríveis de todas as coisas incríveis que eu já vi na vida.

Salina Turda - Romênia

Para explicar melhor, a Romênia é um país que praticamente sobrevive de exploração mineral, era para eles serem extremos no garimpo do ouro , não fossem inúmeras razões e leis que os prejudicam, ou protegem.

Na Romênia, outro mineral abundante é o sal. Quando se fala na mineração do sal, é importante pensar em todas as utilidades para onde ele se destina, como alimentação animal ou mesmo na manutenção de estradas congeladas e não só apenas para nossa alimentação. Além disso, o sal tem uma propriedade de cura para o nosso corpo, entre elas, o sal pode auxiliar no tratamento de doenças respiratórias e reumáticas.

O que eles descobriram , é que aproveitando o ambiente das minas para montar uma área de lazer onde as pessoas pudessem também explorar esse benefício, o lucro seria ainda maior.

Salina Turda - Romênia

A Salina Turda é uma mina de sal, construída ainda em tempos medievais, profunda mais de 25 andares debaixo da terra.

Salina Turda - Romênia

Além de ser possível passear e conhecer mais sobre os processos de garimpo, no última piso, tem um parque de diversões com brinquedos para as crianças, um pequeno lago da água salgada dos resíduos do sal onde é possível  passear em pequenas canoas, tem área de shopping para mercadorias referentes ao sal, como velas , sal para a alimentação entre outras coisas.

Salina Turda - Romênia

Esse reflexo nos muros é do sal úmido.

paredes de sal na Salina Turda - Romênia

A população local usa essa estrutura como se fosse um clube social , onde eles passam os fins de semana. Tem também, praça de alimentação e spa com massagem, piscina e sauna.

O bilhete de entrada custa 20 leis.

Para quem quiser conhecer mais, o site é http://salinaturda.eu/

Cluj-Napoca, uma cidade grande, com um ar de cidade  que segue tendência, cheia de bares e locais noturnos. Gostei de ter chegado até ali, toda cidade grande é difícil de se orientar em pouco tempo, mas mesmo que eu tivesse mais tempo eu preferiria visitar uma cidade mais inusitada.

Cluj-Napoca - Romênia

Cluj-Napoca - Romênia

Sibiu

Aí sim , falar de cidade inusitada!

Essa cidade tem um centro histórico rodeado por muralhas. Nas muralhas, existem três torres, cada uma com um nome dos responsáveis da defesa,  a torre dos arqueiros , a torre dos olheiros e a torre dos carpinteiros.

Turnul Dulguerilor -Sibiu , Romênia
Uma das três torres que protegem a fortaleza

Com suas vielas medievais e suas três principais praças, Piata Mare, Piata Huet e Piata Micã.

Piata Mare - Sibiu Romênia
Piata Mare
Turnul Sfatului - Torre do conselho - Sibiu Romênia
Turnul Sfatului – Torre do conselho
Lies Bridge - Sibiu Romênia
Reza a lenda que quer passar por essa ponte e estiver mentindo fará a ponte tremer.

A cidade foi fundada no sec.XII por alemães e é considerada uma  das melhores cidades para se viver na Romênia. Já ganhou inclusive  título de capital europeia da cultura em 2007. Foi uma delícia passear naquelas praças e apreciar o entardecer tomando um vinho local. Os postes da cidade com aquelas luzes amareladas davam um charme todo especial.

Nos dias que estivemos por ali, vimos também um pouco da vida  cotidiana dos habitantes e como era período de verão, estavam arrumando  as instalações de um evento de esportes patrocinados por várias marcas  de esportes e bebidas energéticas. Dava para a sentir o contraste  da vida turística dentro do centro histórico e da vida real fora.

Quando a gente conta desses lugares, quem nunca foi, fica imaginando que só tem aquelas coisas do passado, mas na realidade tudo se modifica e é preciso aprender a saborear todos os gostos.

Transfãgãrãsãm “a estrada”

Transfăgărășan - DN7C Romênia

Essa estrada construída pelo líder comunista Nicolae Ceauşescu em 1974, tinha como objetivo proteger a Romênia do ataque dos russos e facilitar a fuga das tropas . Uma alucinação que custou uma fortuna aos cofres públicos mas que hoje em dia é considerada uma das estradas mais excêntricas e belas. Nos seus 90 km de extensão e seus 2000 metros de altura, a beleza de lagos e despenhadeiros enchem os nossos olhos. Nomeada como DN7C.

A estrada liga a região da Valákia à Transilvânia. Através dos Cárpatos que são essas cordilheiras rochosas tão imensas que já avistamos bem de longe. É um cenário belíssimo! Mas diria que para uma pessoa que sofre de enjoo com curvas, seria previdente tomar algum comprimido antes. As curvas são bem fechadas, mas quando se abrem  é um espetáculo da natureza.

No alto da montanha está o, que é belíssimo e mesmo no verão fica um pouco congelado. Ali os turistas fazem uma paradinha para apreciar a vista ou mesmo para comer alguma coisa nas diversas banquinhas montadas a beira da estrada. Tem até uma pousadinha para quem quiser.

Lago Bâleia- Romênia
Lago Bâleia

Mais adiante tem também um outro lago chamado Vidraro, que é formado pelas águas de uma usina hidrelétrica. O trajeto todo da estrada é maravilhoso e foi um dos lugares mais encantadores por onde passamos.

Lago Vidraro - Romênia
Lago Vidraro

Nós fomos em direção a Poenari onde, finalmente, está o castelo verdadeiro do Conde Drácula. A região é bastante rural, e é normal ver os rebanhos de ovelhinhas ou cabras sendo pastoreadas. Dá prá entender porque os lobos e ursos circulam por ali.

Passamos uma noite nessa cidadezinha microscópica de Poenari em uma casinha com jardim. Para quem quer descansar um pouco e fugir do agito no meio das montanhas é perfeito.

Poenari - Romênia
Esse cenário fica na entrada da trilha que leva ao castelo do Drácula.

Recuperada as forças , na manhã seguinte fomos fazer a trilha do Castelo de Poenari, a residência do Príncipe Vlad. Para chegar lá , tem essa trilha com 1480 degraus. Andando normalmente, com duas paradinhas de dois minutos, uma pessoa sem grandes preparações físicas faz em 40 minutos. Não é dos mais complicados mas dá prá suar um pouquinho.

1-img_2881

É muito interessante quando você chega em um local desse onde de fato aconteceram  as tais atrocidades  que Vlad cometia e pensa nisso tudo. Mas as condições de preservação do Castelo deixam muito a desejar, são ruínas mesmo. Vale a pena pelo lugar que é belíssimo .

Ruinas da Cidade de Poenari, Castelo do Conde Drácula.
Ruinas da Cidade de Poenari, Castelo do Conde Drácula.

Piteste

Escolhemos essa cidade para fazer mais uma parada antes de retornar a Bucareste e não fazer um trecho muito longo. Piteste está a 114 km de Bucareste e é conhecida pela sua importância  na indústria automobilística. Vem de lá o carro Dacia , depois comprado pela Renault.

Piteste tem uma área verde muito bonita, jardim zoológico, centro com calçadões largos que oferecem shopping , restaurantes  e bares.

Piteste - Romênia

De volta a Bucareste…

Bucareste

Sendo a  sexta cidade mais populosa da União Europeia, imagine que você pode encontrar de tudo o que uma grande cidade oferece. Palácios com uma arquitetura antiga herdadas dos tempos comunistas, muitas igrejas e praças, ruas largas e avenidas,  a Universidade de Bucareste ajuda a atrair muita gente jovem, e a parte tudo isso, tem tudo o que uma cidade grande pode oferecer, belos hotéis , restaurantes e bares.

Como nosso foco era mais a Transilvânia, Bucareste foi nossa porta de entrada e saída. Fizemos um pequeno giro no centro histórico.

Arco do Triunfo - Bucareste Romênia
Arco do Triumfo. construído entre 1921-1922 para comemorar a vitória da Romênia na Primeira guerra Mundial.

Bucareste - Romênia

The Princely Palace Museum  - Bucareste Romênia
The Princely Palace Museum – guarda vários artefatos arqueológicos e escavações. Atenção para o busto do Vlád.

Bucareste - Romênia

Bucareste - Romênia

Lógico que não pudemos deixar de conhecer essa cervejaria histórica chamada Caracu Bere.

Caracu Bere Romênia - Bucareste

E se você também estiver de passagem por lá não deixe de visitá-la porque tem show com músicas típicas, a comida é deliciosa.Lá na Romênia as cervejas mais famosas são a Ursos e a Silva.  E eles bebem uns superalcoolicos chamado Palinka que é mais forte e Afinata, que é como um licor.

Romênia
Um brinde com cerveja Silva e Palinka para finalizar

Espero que vocês tenham gostado e se inspirado para ir conhecer a terra do Drácula.

Saúde !